Cultivo de maracujá, parte 1

O maracujá é uma fruta tipicamente tropical, pode chegar de 10 a 15 metros de comprimento, por isso precisa de sistema de sustentação, geralmente espaldeira, caramanchão ou estaleiros, em casos de penas áreas em fundo de quintal.

 

Imagem 1: Nutrição em Foco

É bastante valorizado por seu sabor e aroma, possui poupa amarela alaranjada e cascas de cor amarela e roxa. As principais variedades cultivadas para fins comerciais são o Passiflora edúlis Sims f. flavicarpa Deg – o maracujá amarelo ou azedo ou peroba -, P. edúlis Sims – a maracujá roxo e o P. alata Ait – o maracujá doce.

Existe ainda o maracujá do mato, uma espécie que vem ganhado espaço no mercado. É uma fruta de sabor forte, poupa amarela clara e casaca verde, mesmo quando maduro. Não é muito exigente quanto à qualidade do solo, se desenvolvendo bem inclusive em solos ácidos de chapada.

Clima

– O maracujazeiro é planta de clima quente e úmido medrando bem em regiões de clima tropical e subtropical; a planta não resiste à geadas notadamente o maracujá amarelo e não frutifica sob temperaturas baixas.

– Temperatura: ideal para desenvolvimento frutificação em 25-26ºC, para frutificação a temperatura de 26ºC é ideal.

– Chuvas: precipitação pluviométrica ideal entre 1.200 mm a 1.400mm bem distribuídos ao longo do ano é adequada para o maracujazeiro (limites 800 mm a 1.700 mm / ano); precipitações intensas em picos de floração dificultam a polinização por romper-se o grão de pólen e por afastar os insetos polinizadores. De ordinário a água é fator importante para a frutificação.

– A umidade relativa do ar deve ser baixa; a luminosidade deve ser alta (planta necessita de 11 horas de luz / dia) para entrar em floração para produção de frutos com ótimo aspecto, sabor e aroma; ventos não devem ser fortes ou frios ou quentes e secos. Planta de dias longos.

Solo

– Os solos para o cultivo do maracujazeiro devem ser profundos (> 60 cm), bem drenados, ricos em matéria orgânica, de textura média (areno-argilosos) e com relevo plano a ligeiramente inclinado.

– O preparo do solo objetiva proporcionar condições físicas satisfatórias para o desenvolvimento do sistema radicular do maracujazeiro, para maior absorção de água e nutrientes. Recomenda-se uma aração de 30 cm de profundidade com posterior gradagem, iniciadas, pelo menos, um mês antes do plantio.

– Caso a área de plantio tenha sido utilizada anteriormente para o cultivo de milho, feijão, soja ou qualquer outra cultura e tenha sido mecanizada, é recomendável fazer uma análise do terreno para verificar a formação de pé de grade, sendo constatada a presença, uma subsolagem deve ser realizada para eliminá-la. Isso fará com que as raízes do maracujazeiro não encontrem obstáculos durante seu desenvolvimento.

– A calagem, quando recomendada, deve ser aplicada a lanço em toda a área e incorporada, preferencialmente um a dois meses antes do plantio. Recomenda-se a aplicação de calcário dolomítico que contém Ca (25-30%CaO) e Mg (> 12 %MgO), principalmente quando do uso frequente de adubos não contendo Mg e o solo apresentar teores inferiores a 0,4 cmolc/dm3.

Adubação

-Adubação orgânica

A adubação orgânica é uma prática importante, pois exerce efeitos benéficos sobre as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. As quantidades a serem aplicadas nas covas de plantio, principalmente em solos arenosos e de baixa fertilidade, variam de acordo com o tipo de adubo orgânico empregado, ou seja, esterco de curral (20 a 30 litros), esterco de galinha e torta de mamona (5 a 10 litros), composto orgânico (5 a 10 litros), podendo-se utilizar também outros compostos disponíveis na região ou propriedade. Se possível, aplicar anualmente a mesma quantidade de adubo orgânico em cobertura.

Outra prática interessante é a formação de cobertura verde ou morta do solo, isso inibirá o desenvolvimento de plantas daninhas e dificultará a perda de água do solo.

-Adubação química

As raízes do maracujazeiro concentram-se num raio de 50cm em torno do caule e até 30/40cm. de profundidade. A absorção de nutrientes intensifica-se a partir de 250º dia de vida (estádio de pré – frutificação).
Além de nitrogênio, fósforo e potássio (NPK) a planta necessita de cálcio, fósforo e enxofre além dos micronutrientes, manganês, ferro, boro, zinco e cobre (por ordem de importância). Os requerimentos dos principais elementos para nutrição do maracujazeiro é:

  • Nitrogênio (N): 30 a 300g de N/planta/ano aplicados fracionados em 4 a 8 parcelas em cobertura segundo chuvas; a parcela maior deve ser aplicada aos 250 dias de vida.
  • Fósforo (P2O5); 40, 80 a 120g. de P2O5/planta/ano segundo diversos índices de fósforo no solo; aplica-se 2/3 na cova e restante 1/3 em cobertura na floração.
  • Potássio (K2O); 160, 320 a 480g. de K2O/planta/ano com aplicação de ¼ na cova e restante em 3 aplicações anuais em cobertura junto ao nitrogênio.
  • Cálcio (OCa) e Magnésio (MgO); geralmente fornecidos pelo calcário dolomítico aplicado à área total ou na cova.
  • Enxofre (S): fornecido no superfosfato simples ou através de gesso agrícola aplicado junto ao calcário.

Micronutrientes: pode aplicar 20g. de sulfato de zinco e 10g. de borax na cova junto à adubação de fundação (da cova) ou podem ser usadas formulações completas de micronutrientes (FTE) na dose de 50g./planta; em culturas em produção aplicar o FTE na primeira parcela anual de NPK (inicio das chuvas). Ainda pode usar a solução de 0,3% de sulfato de zinco, 0,1% de ácido bórico, 0,5% de uréia e se necessário, 0,01% de molibidato de amônio em pulverização foliar.

-Adubação de cobertura

Nos pomares em formação as aplicações de adubos em cobertura devem ser feitas em faixa de 20cm de largura ao redor da planta e distante 10cm dela (aumentando com idade do pomar). Em pomares adultos em faixa de 3m de comprimento por 1m de largura (distante do caule) de ambos os lados da planta. O solo deve ter bom índice de umidade. Os adubos orgânicos são empregados na cova utilizando-se preferencialmente o esterco de curral bem curtido (20-30 litros), esterco de galinha ou torta de mamona (5 a 10 litros) ou composto orgânico (5 a 10 litros) 30 dias antes do plantio.

As coberturas com fertilizante: 1º ano: nitrogênio (60 dias pós-plantio, na floração, 90 dias pós-floração); potássio (na floração e 90 dias após). 2º / 3º anos: nitrogênio e potássio devem ser aplicados na floração, 90 dias e 180 dias após.

Fósforo: 1º e 2º ano dose única no período da floração.
Em caso de impossibilidade de contar com análise de solo usar a seguinte indicação:

(gramas/planta)
Adubo Plantio (1) 1º ano (2) 2º ano (2)
Esterco 15 litros (3)
Uréia 65 65
Superfosfato simples 170(3) 170 220
Cloreto de potássio 100(3) 50 50

(1) Na cova de plantio: (2) por vez em três aplicações; (3) 30 dias antes do plantio. Fonte: EPBA Circular Técnica nº 9, nov./1998.

Se desejar produzir no 3º ano reduzir as quantidades de adubo para ¾ da do 2º ano.

O sucesso da adubação depende tanto da quantidade adequada, quanto da época e da localização dos fertilizantes. Além disso, a aplicação dos adubos deve ocorrer em períodos com teor adequado de água no solo. Em áreas irrigadas recomenda-se realizar a irrigação após a adubação.

Preparo do solo

Arações a 20-30cm de profundidade em terrenos pesados, seguida de 2 gradagens cruzadas; em terrenos leves basta operações com gradagens. Em caso de aplicação de calcário em área total, aplicar metade da dose antes da aração e a outra metade antes da 1ª gradagem. Essas operações devem ser realizadas, 90-60 dias antes do plantio.

Solo úmido esfarelando (após comprimido) com toque do dedo indica ponto ideal para aração.

Principais espécies

Passiflora edulis Sims, conhecido como maracujá roxo. Fruto púrpura quando maduro, polpa doce e aromática. Propagação por sementes ou estacas. Pode ser utilizado como anti-helmíntico.
Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg., conhecido como maracujá amarelo ou azedo. Os frutos são amarelos quando maduros. É a espécie mais cultivada.

Passiflora alata Dryand. Conhecido como maracujá doce. Frutos ovóides, amarelos ou laranja brilhante quando maduros. Propagação por estacas e sementes. Possui propriedade anti-helmíntica.

Imagem 2: Come-se

Imagem 3: Biosementes

Imagem 4: Cenourão

Propagação

O maracujazeiro pode ser propagado por meio de sementes, estaquia e enxertia. Para as condições brasileiras, o uso de sementes é o meio de propagação mais utilizado, por ser um método barato e de fácil execução.

Em propagação por sementes, elas devem ser retiradas de plantas vigorosas, produtivas, precoces, resistentes a doenças e pragas, originárias de frutos grandes, maduros e com grande percentagem de suco. Um aspecto importante a ser mencionado é que o fruticultor deve retirar sementes de vários frutos colhidos em diferentes plantas e não de muitos frutos de poucas plantas. Isso diminui o problema de incompatibilidade da lavoura.

Para a retirada de sementes, os frutos devem ser colhidos maduros. Com o auxílio de uma colher, as sementes são retiradas, colocadas em uma peneira e lavadas em água corrente, para retirar a mucilagem que as envolve. Logo após, deve-se formar uma camada fina de sementes sobre folhas de jornal ou sobre pano, que absorve o excesso de umidade, deixando-se secar a sombra. Também pode ser usado um despolpador, adaptado a um liquidificador, que retira a mucilagem de maneira que não danifica as sementes.

Conservação das sementes

As sementes podem ser acondicionadas dentro de sacos plásticos, de maneira a deixar a menor quantidade de ar junto as mesmas. A seguir podem ser guardadas em geladeira doméstica com temperatura de 5-10ºC, o que se consegue colocando-se na parte inferior da geladeira. Assim as sementes podem ser acondicionadas por cerca de 1 ano, conservando sua qualidade.

Produção de mudas

-Recipiente e substrato

Em geral são usados sacos plásticos de 10cm x 25 cm ou 18 cm x 30 cm. Utiliza-se como substrato uma mistura de três partes de terra para uma de esterco de curral bem curtido, previamente tratada, a fim de obter mudas sadias. O esterco usado deve estar devidamente maturado. Quando proveniente de gado em sistema de confinamento, o esterco pode apresentar maior teor de potássio e sódio, devendo, portanto ser utilizado em menor proporção com a terra.

Para a produção de mudas em tubetes deve-se utilizar substratos leves, sem adição de terra, formados pela mistura de diversos tipos de resíduos orgânicos como turfa, vermiculita, esterco, casca de árvores e vermicomposto. Nestes casos, por ser o volume do tubete muito pequeno, a complementação mineral é necessária. As mudas produzidas em tubetes são transportadas com maior facilidade, se gasta menos substrato, ocupa menos espaço no viveiro e utiliza menos mão-de-obra. Entretanto, a muda tem que estar bem enraizada para permitir a retirada da mesma com o substrato aderido às raízes.

Fontes: Seagri-Bahia, Embrapa

32 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Nei Oliveira
    abr 04, 2011 @ 15:46:25

    otima materia marcos tiro varias duvidas
    mais voce indicaria comprar as mudas ou fazer as proprias ?
    para quem quer iniciar um plantiu agora

    Responder

    • inforagro
      abr 04, 2011 @ 15:56:12

      Obrigado Nei…
      Isso irá variar em alguns aspectos:
      – Tempo para fazer e cuidar das mudas,
      – Possibilidade de conseguir sementes de qualidade,
      – Tamanho do pomar a ser implantado,
      – E relação custo benefício da produção das próprias mudas.

      Talvez você queira fazer suas próprias mudas, seria interessante, pois iria acompanhar o desenvolvimento e ver os resultados do seu trabalho desde o início, no entanto, irá precisar construir um viveiro (que pode ser de grande porte ou não, dependendo do tamanho do pomar que pretende montar), comprar saquinhos, substrato, adubo e ainda mão de obra. Mesmo que você mesmo vá cuidar das mudas, deve contar a mão de obra pois está ocupando seu tempo com isso.
      Recomendo fazer as contas e comparar o preço de uma muda pronta com o que você irá gastar para produzir uma muda.
      Espero ter respondido a dúvida Nei!!
      T+ abrss

      Responder

  2. Nei Oliveira
    abr 04, 2011 @ 21:44:26

    respondeu sim marcos obrigado

    Responder

  3. Rodrigo duda
    abr 08, 2011 @ 19:41:47

    Encontrei no mercado livre um pessoal que vende sementes de maracujá-banana e de maracujá-roxo. Antes de comprar as sementes, gostaria de saber se é viável. Sei que sementes de lichia tem curta vida para germinação, gostaria de saber se o maracujá também tem esse período em que a semente perde a capacidade de germinar.

    Você sabe me dizer se há diferença de sabor entre os maracujás roxo e amarelo?

    Responder

    • inforagro
      abr 08, 2011 @ 21:33:23

      Boa noite Rodrigo!!
      Se bem conservada a semente do maracujá pode ser guarda por longos períodos, no entanto, se não for bem acondicionada perde em tempo curto o poder de germinação. Você deve analizar qual método utilizado por este pessoal que você mencionou, se as sementes são mantidas em ambiente controlado, guardadas em recipientes adequados e se elas são novas, além do meio que elas virão para você, pois se virem de “qualquer jeito” com certeza não irão chegar em boas condições.
      Quanto ao sabor dos tipos de maracujá, eles apresentam sabores distintos, o amarelo é um pouco mais azedo que o roxo.
      Andei olhando alguns sites de vendas de sementes e o ISLA tem um bom perfil, você irá encontrar sementes de qualidade lá, dê uma passadinha no site.
      Flw

      Responder

  4. Rodrigo Duda
    abr 09, 2011 @ 22:29:18

    Obrigado pelas informações.

    Responder

  5. euclides tadeu mendes
    fev 16, 2012 @ 18:10:07

    eu fiz muda com sementes so saiu uma muda eu preciso ter outra muda pra ele germina?

    Responder

    • inforagro
      fev 17, 2012 @ 10:28:38

      Bom dia Euclides,
      não é preciso de outra muda, provavelmente as sementes que você usou eram de má qualidade ou faltou alguma condição para que elas germinassem. Adquira sempre sementes com certificado de garantis em lojas de produtos agropecuários ou escolha as melhores sementes de um fruto sadio, vistoso, que veio de uma árvore com boas características físicas.
      Deixe germinar à meis sombra, não deixe totalmente exposto ao sol, pois as mudinhas são frágeis!

      Responder

  6. Joao Correa
    mar 12, 2012 @ 22:25:00

    ola amigos,
    eu tenho um terreno de lazer e la plantei um pé de maracuja qual ja florando mais a uns 20 dias atras ele começou soltar os brotos novos todo com as folhas amarela hoje ta coberto a parte de cima de broto tudo amarela, qual seria a doença ou falta de nutrientes, me ajude, jacsa40@gmail.com
    Joao Correa

    Responder

  7. fernando
    nov 21, 2012 @ 23:41:29

    quero parabeniza-los pela materia.tenho uma plantaçao de maracuja na regiao de vargem grande do sul sp ,e gostaria de saber quando o maracuja cresce e as ramas começa a rela no chao oque fazer? muito obrigado

    Responder

  8. Rose Costa
    dez 01, 2012 @ 16:25:32

    Boa tarde.

    Gostaria de ajuda,, tenho um pé de maracujá que está começando a dar flores, mas as flores abrem e logo em seguida já cai, não sei se é assim mesmo ou se o pé está doente, gostaria de informações ou dicas.

    Responder

  9. leonel daniel de lima
    dez 02, 2012 @ 21:17:57

    quais adubos e quantidades para mim faser as minhas proprias mudas

    Responder

  10. Carlos
    mar 21, 2013 @ 14:51:31

    quais adubos eu devo usar para uma roça de maracuja que esta em floração?

    Responder

  11. pedro luis gabriel da silva
    maio 17, 2013 @ 23:15:44

    muito bem explicado estou gostando da materia, estou pesquisando , pois tou iniciando um plantio agora estou preparando as mudas ..

    Responder

  12. Benito
    jun 05, 2013 @ 19:00:48

    Gente ! o maracujá é uma fruta tão fantástica que não necessita de todo esse queque para que ele produza, basta uma aréa relativamente espaçosa com bastante sol. fura um buraquinho no solo poe as sementes e deixa o tempo se encarregar de te dar bons frutos, não esquecer da estaquia ou uma cerca de arame. De tempos em tempos vai lá e coloca uma colher de sopa de ferilizante NPK em uma cova rasa aberta ao redor um palmo ou mais do caule. Uma aguinha de vez em quando na raiz e pronto, suco garantido o ano todo.

    Responder

  13. Edison Rudolfo Galitzki
    maio 17, 2015 @ 20:16:30

    Tenho um maracujá plantado em um vaso de 40 x 40 cm na sacada c/ cortina de vidro, no apto. ( 8º andar) de frente para o norte. Nasceu em outubro/14 e floriu ( 14 flores) em abril/15. Polinizei cada uma delas manualmente. Nenhuma vingou fruto. Alguém saberia me dizer o motivo?

    Responder

  14. zenidio pereira silva
    jul 04, 2015 @ 13:31:44

    bom gostaria de saber se pode usar sementes de maracuja para o plantio comprado no super mecado. obrigado….

    Responder

  15. zenidio pereira silva
    set 07, 2015 @ 12:11:28

    bom dia amigo.quero plantar meia hq de maracuja no norte de mg.conversei com um agronimo ele disse que pode usar arame farpado e verdade ou mito.obrigado…

    Responder

  16. Eugenio Reis
    set 17, 2015 @ 11:36:36

    Tenho maracujá (será maracujás amarelos) já com 3 anos. Muito grande e viçoso. Já dá muitas flores mas…. nem um único fruto…. Que se passa? Quando começa a dar frutos?

    Responder

  17. zenidio
    out 11, 2015 @ 18:44:42

    olhar marcos td bem.venho a te dizer que estou produzido mudas de maracuja so que muitas nao esta desenvolvendo,o que devo fazer. elas esta com 30 dias.devo esperar para substituir . .obrigado…

    Responder

  18. zenidio
    out 11, 2015 @ 18:52:36

    olhar marcos td bem.venho a te dizer que estou produzido mudas de maracuja so que muitas nao esta desenvolvendo,o que devo fazer. elas esta com 30 dias.devo esperar para substituir . ela esta no sonbrite de 5o% obrigado

    Responder

  19. Daniel Boulevard
    dez 03, 2015 @ 11:33:30

    Bom dia.
    Tenho alguns pés de maracujá azedo produzindo, faço a polinização manual. Acontece que já estamos em dezembro e este ano as flores do maracujá se formam em grande quantidade, porém caem mesmo antes de abrirem. Meus pés de maracujá passaram por um ataque de septoriose e verrugose, o que foi controlado. Aqui em SC chove há mais de 70 dias. A queda das flores pode ser por causa do excesso de umidade ou por fitotoxicidade dos fungicidas?

    Responder

  20. Luciano
    jan 28, 2016 @ 23:04:17

    Meu maracujazeiro já tem 2 anos e ainda não floresceu. Isso é normai.?

    Responder

  21. vitoriano
    fev 12, 2016 @ 01:32:53

    gostaria de saber qual a média de quilo por um pé de maracujá.

    Responder

  22. vitoriano
    fev 12, 2016 @ 01:36:23

    gostaria de saber quantos quilos da um pé de maracujá vou plantar 1000 mil Pe mais preciso saber ok obg.

    Responder

  23. oacorde
    mar 18, 2016 @ 04:45:18

    Muito bom.
    Tenho um pé de maracujá e me pergunto: se a polinização se dá somente entre plantas diferentes, como consigo colher maracujás? Tenho do azedo e moro na cidade. Não conheço ninguém por perto que tenha essa planta!!!.
    Comecei está semana a polinização manual. Mas passo o dedo no polen da flor e já passo nas hastes que estão ao lado (não sei os nomes corretos).

    Responder

  24. oacorde
    mar 18, 2016 @ 04:51:12

    Outra dúvida. Atualmente tenho maracujá azedo. Estou querendo plantar ao lado maracujá doce e granadilha. Vou ter problema?
    Eles podem se “misturar”? Digo do sabor.
    Grato

    Responder

  25. Paulo
    abr 01, 2016 @ 22:30:18

    O meu pomar de maracujá está com 4 meses e as flores está perdendo antes de abrir o que pode está acontecendo com elas.eu utilizo o npk de 12 em 12 dias com manda

    Responder

  26. Márcio Lecoque
    abr 07, 2016 @ 12:40:21

    Quero agradecer as informações , estou com uma plantação em meu quintal e realmente as dúvidas foram sanadas.

    Márcio Lecoque

    Responder

  27. luiz carlo de jesus araujo
    maio 17, 2016 @ 01:55:59

    quantos anos normalmente um pé de maracujá demora para dar frutos?

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Postagens do Blog

abril 2011
D S T Q Q S S
« mar   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Mais Avaliados

%d blogueiros gostam disto: